22 outubro 2008

Meu Melhor Amigo

Existem filmes simples que conseguem tocar fundo na alma, esse é um deles. Leva-nos a refletir sobre a verdadeira amizade, esse sentimento puro e honesto tão difícil de se encontrar nas pessoas que já alcançaram uma idade mais madura - digo isso porque observo que na juventude é o que há de mais importante: a amizade.
Relacionamentos se desvanecem juntos com o testosterona e a ocitocina?

3 Comentários:

Anonymous beth disse...

Segundo o filme que vi ontem no 'cult' TUDO acontece na juventude. Depois dos quarenta a mente calcifica-se. Após tantos 'vivências' anteriores aos 40, a experiência cognitiva, as decobertas, o deslumbramento diante do novo, a excelência dos sentimentos... cessam e seguimos adiante com o que se firmou, solidificou...
Há casos em que ocorre a liquidez. Venho dizendo isso. Vide meu penúltimo post.

6:21 AM  
Blogger Regina Célia disse...

Beth, passei dos 40 (já faz tempo) e não sinto o que vc diz, mas percebo em alguns ao meu redor esse cessar, mas creio que tudo está ligado à essas vivências anteriores, daí o desencantamento. A proposta do Sabá é justamente a tentativa de transformar em magia tudo que trazemos de experiência. Jogar o antigo com o novo nesse caldeirão, sem perder a essência: a curiosidade.

6:55 AM  
Blogger Lena disse...

Descobri que tenho uma best friend emparedada em dulcíssima prisão. Precisei dela e chamei, mas alguns metros de repente tornaram-se intransponíveis. Concordo com Beth: depois dos 40, as impossibilidades agigantam-se. Testosterona, ocitocina, acomodação, calcificação, preguiça... Como diria Shakespeare, "what is a name?"

6:30 AM  

Postar um comentário

/* ----------------------------------------------- Blogger Template Style Name: Minima Ochre Designer: Douglas Bowman URL: www.stopdesign.com Date: 28 Feb 2004 ----------------------------------------------- */

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial