19 outubro 2007

Livro-áudio


Uma das doces lembranças que tenho da minha primeira infância é a novela radiofônica. Meu irmão ia para a escola após o almoço, e minha mãe me levava para o quarto dela e ligava o rádio para ouvir o capítulo do dia. Eu devia ter uns 4 anos, não entendia nada, mas o som e o calor da minha mãe me fazia adormecer deliciosamente naquele ambiente. A sensação era de paz e conforto.

Existem agora os audiolivros – que já citei em post antigo – que visam mais os que possuem problemas de visão, mas que ainda acho que são excelentes para aqueles que precisam enfrentar os problemas de trânsito. Nada como ficar num congestionamento com a companhia de uma ótima narração de um livro interessante, é o aproveitamento do tempo em que estamos limitados. Ouvi alguns exemplos aqui:
Audio Livro e nesse Voolume os exemplos estão no You Tube (meio brega, com anúncio).

Só é perigoso adormecer no trânsito atrapalhando o tráfego

2 Comentários:

Anonymous betharr disse...

Putz! a conexão infância/novela de rádio me levou lá pros primordios. Pergunta pra tua mãe se ela se lembra de "Uma Voz ao Longe". Aquilo era magia pura. Não há nada pra despertar a imaginação tão portentoso qto novela de rádio. Hoje há micro encenações. É o que me chama atenção nesta mídia. Ouvi o Antônio Cícero. Valeu!

3:58 PM  
Blogger vilmaga disse...

Eu também ouvia novela de rádio!!! ha ha ha! tinha esquecido disso!!!

3:40 PM  

Postar um comentário

/* ----------------------------------------------- Blogger Template Style Name: Minima Ochre Designer: Douglas Bowman URL: www.stopdesign.com Date: 28 Feb 2004 ----------------------------------------------- */

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial